Páginas

domingo, 28 de março de 2010

Parte III- Dicas

Qual a melhor forma de adaptar um gato mais novo a um mais velho?

Eu prefiro a adaptação gradativa. Manter o gatinho recém chegado isolado num cômodo e ir apresentando aos poucos. Primeiro através de cheiros, depois uma apresentação visual e, por fim, interação entre eles. Cada etapa deve levar o tempo que for necessário para que os gatinhos aceitem a novidade com tranqüilidade. Alguns gatos se adaptam em poucos dias, outros levam várias semanas. Mas todos se adaptam, bastar ter paciência e dar tempo ao tempo

Gatos e crianças geralmente se dão bem? Se não, como fazer uma aproximação?

Crianças costumam ser abertas à convivência com animais quando pequenas. Mas, algumas vezes, os adultos fazem com que elas passem a ter medo. Ao tentar afastar uma criança de um animal, usando para isso ameaças como “ele vai te arranhar” ou “ele vai te morder”, pode criar um medo que até então não existia.

A convivência com animais desde cedo é muito saudável, ajuda no desenvolvimento emocional inclusive. Ao contrário do que se pensa, conviver com gatos desde bebê diminui o risco de doenças respiratórias

Mas é preciso que os pais tenham responsabilidade e supervisionem os primeiros contatos.

Uma criança mais agitada pode assustar um gatinho tímido. E um gatinho que gosta de brincar de lutinha, por exemplo, pode machucar uma criança muito pequena.

Os pais devem ficar atentos para que nenhum dos dois, criança ou gato, saia perdendo nessa história

Quais são as dicas que devemos seguir com filhotes?

Alimentação de boa qualidade, água disponível em vários cômodos da casa e sempre fresca, castração precoce (no caso das fêmeas, antes do primeiro cio), vacinas feitas numa clínica veterinária, brinquedos e muito amor são os alicerces fundamentais para se construir uma amizade verdadeira e duradoura.

Sempre reserve um tempo para interagir com seu gatinho. Mesmo que muitas vezes não demonstrem, gatos gostam e precisam da nossa atenção.

4 comentários:

Fofyslandia disse...

Forçaa Rô.Tomara q ele ganhe o miau glamur,Vê comenta nos blogs falando do miau e peça votinhos

Cães e Focinhos disse...

ficou legal mesmo,e uma guria que faz p vender e vende mui

Rutha/Pink/Barum/Luna disse...

Gostei muito do seu blog ! Vc é tão novinha e muito talentosa ! Meu marido tb não gosta de gatos e vive jogando chinelo nelas, mas eu vou ignorando. Vc já mostrou o blog para o seu pai ? Ele precisa ver como vc é inteligente e como tantas pessoas te apoiam. Felicidades ! Já votei no Rodolfo.
Lambidas da Rutha e da Pink

Silvia Freitas disse...

Qdo peguei a Phoebe bebezinha eu tinha a Belinha já com 4 anos dentro de casa. No começo foi difícil, a Belinha não aceitava a Phoebe e eu só a deixava solta na casa qdo estava por perto. Ao sair e ao dormir, prendia a Phoebe no outro quarto. com o tempo, a Belinha foi se acostumando, e aos poucos liberei a Phoebe de vez pra conviver e circular na casa toda qdo quisesse. E deu certo.